Hoje: 19.Apr.2018
`As desculpas para não ir à igreja são muito bobas´, escritor alerta `desigrejados´
17.Set.2016

Com os Estados Unidos perdendo o status de "nação cristã", o blogueiro Matt Walsh diz não se surpreender com o número de fiéis que cada vez mais deixam de frequentar as igrejas. "Nem todo mundo vê a queda do número de cristãos que vão a igreja como um problema. Nem todos os líderes se importam", escreveu ele em um artigo para o site americano The Blaze.

Walsh já estava atento sobre este fato, mas ficou mais interessado pelo assunto quando leu um artigo do pastor John Pavlovitz, líder de uma igreja na Carolina do Norte (EUA), com o título "Relaxe cristãos, você não precisam ir à igreja".

"Claro, um pastor dizendo aos cristãos para não irem à igreja é como um dentista alertando seus pacientes a não escovar os dentes. É algo no mínimo absurdo e auto-destrutivo de se dizer. O que eu gostaria de fazer é usar esse exemplo como uma forma de esclarecer os pontos de discussão ‘anti-igreja’ mais comuns e que você sempre ouve pelos ‘desigrejados’", pontuou.

É verdade que a Bíblia não exige que as pessoas agradeçam a Deus antes de cada refeição ou orem com as crianças antes de irem para a cama, mas Walsh argumenta: "Por que vocês fazem essas coisas mesmo sem irem para a igreja?", questionou.

Além disso, Walsh diz que abandonar a igreja nunca será a forma correta de se resolver as coisas.

Ao mesmo tempo, o escritor comentou que as desculpas que os cristãos dão para não frequentarem a igreja são bobas. Ele afirma que as pessoas estão cansadas e que elas alegam que ir a igreja tem sido chato, os cultos são chatos, os bancos são desconfortáveis e o Facebook parece ser mais interessante.

"Além das pessoas que são fisicamente impossibilitadas de irem ao culto, por motivos de doença ou alguma outra circunstância extrema, as desculpas para não ir a igreja são muito tolas", diz Walsh.

"É verdade que às vezes temos justificativas que nos fazem se sentir mais justos. Talvez a gente ia à igreja há um tempo atrás, mas algo aconteceu lá que nos ofendeu. Talvez nós íamos a igreja, mas encontramos algo desagradável sobre elas", ressaltou.

Mas seja qual for a razão, Walsh salienta que igreja não é apenas uma diversão que as pessoas procuram. “Não é uma atividade recreativa, mas uma atividade de adoração a Deus. Ir a igreja é uma necessidade real da vida cristã", finalizou.


Fonte: Guia-me / com informações Christian Today

  • Últimas
  • Popular
  • Pastor Orcival ministrando no seminário da AD Restaurando Vidas em Lisboa - Portugal…
  • A 34ª edição do Congresso Geral da UMADEB acontecerá entre os dias 25…
  • Em clima de muita alegria e um grande mover do Espírito de Deus…
  • Testemunho de vida da cantora Jozyanne
  • O Congresso de Jovens da UMADEB (União de Mocidades da Assembleia de Deus…
 
 

Visitantes On-line

Temos 2526 visitantes e Nenhum membro online